Tag : meningococo

Meningo Distribuicao Mundo - FOTO 2

Meningites Bacterianas – Doença Meningocócica

 

Meningococo3

 

As meningites bacterianas podem ser causadas por 3 tipos de bactérias: Haemophilus influenzae tipo B, Streptococcus pneumoniae e Neisseria meningitidis, sendo todas preveníveis através de imunização.

Entretanto, por peculiaridades epidemiológicas e imunológicas do meningococo, a Doença Meningocócica (DM) apresenta características importantes a serem consideradas: evolução clínica rápida, alta mortalidade e altos índices de sequelas permanentes.

 

ETIOLOGIA:

O meningococo (Neisseria meningitidis) pode ser classificado em 12 sorotipos, sendo 5 os principais causadores de doença invasiva: A, B, C, W e Y.

 

ASPECTOS CLÍNICOS:

A transmissão da DM ocorre através de contato direto (gotículas de secreção respiratória), com um período de incubação muito curto (2 a 10 dias). Devido à possibilidade de indivíduos apresentarem o meningococo de forma assintomática (portadores sadios), a transmissão da doença pode ocorrer rapidamente e de forma “silenciosa”.

Principalmente entre crianças e adolescentes, a evolução da DM pode acontecer desde sintomas inespecíficos até risco de vida em até 24h, razão pela qual a prevenção torna-se essencial para esta doença.

O risco de contrair esta patologia existe de forma geral, desde indivíduos com doenças debilitantes com sistema imune debilitado até indivíduos saudáveis expostos a ambientes fechados (escolas, domicílio, festas) ou regiões endêmicas (viagens), podendo ocorrer em qualquer faixa etária.

 

EPIDEMIOLOGIA:

Uma das grandes limitações na prevenção da DM relaciona-se a sua característica de distribuição no mundo, sendo variada e imprevisível. Aspectos regionais, geográficos e imunológicos fazem com que o meningococo varie em relação à maior prevalência entre um ou outro sorotipo, assim como possa responder de forma diferente à vacinação um mesmo sorotipo em países diferentes.

As características de distribuição destes sorotipos podem mudar em curto período de tempo, assim como mutações genéticas podem ser causadoras destas alterações: desta forma, existe uma imprevisibilidade na determinação de tendências de distribuição do meningococo.

Considerando-se a grande proximidade de todas as regiões do mundo através das viagens internacionais, existe um aumento da disseminação de sorotipos menos prevalentes.

 

Meningo Distribuicao Mundo - FOTO 2 Mening Brasil - FOTO 3 Meningo Regiao Sul - FOTO 4

 

VACINAS:

No caso da meningite meningocócica, sempre permaneceu o desafio das vacinas incluírem os principais sorotipos causadores da doença.

Através da vacina conjugada monovalente contra o meningococo C, as crianças podem ser imunizadas desde os primeiros meses de vida necessitando, entretanto, reforços da vacina devido à queda de anticorpos protetores após um período aproximado de 5 anos após vacinação.
Recentemente, com a vacina conjugada quadrivalente meningocócica ACWY sendo liberada para crianças a partir de 2 anos (2013)

 

Meningococo Vacina MENVEO - FOTO 5

 

 

ampliou-se a possibilidade de antecipar essa proteção com maior número de sorotipos contra o meningococo. Nas próximas semanas, uma nova vacina conjugada quadrivalente meningocócica ACWY estará liberada para uso a partir de 1 ano de idade

Meningococo Vacina NIMENRIX - FOTO 6

Conforme recomendação da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) e do Comitê de Infectologia da Sociedade de Pediatria do RS (SPRS), o reforço da vacina meningocócica C realizado após 1 ano de idade pode ser substituído pela vacinação contra meningococo ACWY com objetivo de ampliar a proteção da criança.

Ainda não licenciada no Brasil, a mais recente vacina contra meningococo B (BEXSERO) foi liberada para uso na Europa em 2014, ocorrendo nas últimas semanas a liberação nos EUA de outra apresentação da vacina meningocócica B (TRUMENBA). Espera-se que esta nova e importante vacina seja licenciada no Brasil até o início do ano 2015.

 

Meningo B BEXSERO - FOTO 7

Meningo B PFIZER - FOTO 8

Permaneça atualizado através da Sociedade de Pediatria do RS (www.sprs.com.br) e Sociedade Brasileira de Imunizações (www.sbim.org.br)

 

Meningo SPRS Boletim - FOTO 9

Categories: Uncategorized